Saiba mais sobre a Residência em Software

O programa disponibiliza 100 vagas com bolsas disponíveis para graduados em cursos de computação (Ciência da Computação, Sistemas de Informação, Engenharia de Computação) e Engenharias, bem como para técnicos e tecnólogos em Desenvolvimento de Software. Alunos que estejam concluindo a graduação nos cursos mencionados também podem participar.

Compartilhe esse post

O Programa de Residência em Tecnologia da Informação e da Comunicação (TIC18) é destinado a promover capacitação técnica em desenvolvimento de software, com o propósito de aumentar o número de profissionais qualificados para o setor de tecnologia da informação e comunicação, e, consequentemente, reduzir a escassez de talentos nesse campo no mercado de trabalho brasileiro.

Este programa tem a duração de 15 meses, que incluem aulas práticas e teóricas, bem como participação em equipes para resolver desafios reais de empresas parceiras. Durante o curso, os participantes têm a oportunidade de estudar tópicos como lógica de programação e desenvolvimento de soluções em tecnologias como Java, .Net, Python, além de receber formação em design de interfaces, arquitetura, planejamento, testes de software e uso da Cloud.

O programa disponibiliza 100 vagas com bolsas disponíveis para graduados em cursos de computação (Ciência da Computação, Sistemas de Informação, Engenharia de Computação) e Engenharias, bem como para técnicos e tecnólogos em Desenvolvimento de Software. Alunos que estejam concluindo a graduação nos cursos mencionados também podem participar.

Após a conclusão do programa, os residentes estarão aptos a desenvolver soluções para várias áreas, como Saúde, Educação, Agronegócio e outros domínios de Sistemas de Informação relacionados à tecnologia da informação e comunicação. Além disso, eles serão incentivados a empreender com base nas ideias inovadoras desenvolvidas durante o curso.

O projeto é apoiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, com recursos da Lei no 8.248, de 23 de outubro de 1991. Iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e Softex no âmbito do Programa MCTI Futuro. A execução está sendo realizada pelo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico em Informática e Eletroeletrônica de Ilhéus (CEPEDI), em parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

Assine a nossa newsletter

Obtenha atualizações relevantes de inovação

Mais Para explorar

Notícias

CEPEDI obtém certificação nível 3 do SQMMI

Em um esforço contínuo para aprimorar nossos serviços, temos a satisfação de anunciar que o CEPEDI obteve a certificação de nível 3 do SQMMI (Software

Você quer impulsionar o seu negócio?

Fale com um dos nossos agentes de inovação.

Rolar para o topo